Artigos

A adimplência e a relação Família-Escola

14 de janeiro de 2022

Já falamos em outros posts como a gestão de uma escola envolve planejamento estratégico para buscar excelência acadêmica e oferecer educação de qualidade. Isso traz desafios diversos, tanto no que se refere à educação dos alunos, como na motivação dos professores do corpo docente.

Uma das principais atribuições dos gestores escolares refere-se ao contato com as famílias. Nessa relação entre instituição escolar e família do aluno, gestores desempenham diversas atribuições que requerem tato e capacidade de mediação: do acompanhamento do desempenho acadêmico e disciplinar de alunos ao acompanhamento de pagamentos e cobrança de mensalidades devidas. O papel do gestor ou da gestora nessas funções não pode ser minimizado, pois é a construção de um laço forte entre escolas, pais e responsáveis que garantem à escola uma boa taxa de retenção de alunos. Mas isso não para por aí, se há uma taxa tão importante quanto à de retenção, é a da rotatividade de professores numa escola – esta, que, aliás, o Educbank tem como critério para avaliar a segurança de uma escola em matéria de uma parceria entre instituição financeira e instituição de ensino. O gestor escolar tem que dedicar sua atenção a esses diversos níveis da sua instituição para que ela se desenvolva. 

O desempenho simultâneo dessas funções pode ser uma balança delicada. Em tempos de desafios econômicos tanto para famílias, quanto para escolas, essa relação pode se deteriorar em torno da questão financeira. E esse tipo de complicação pode esbarrar nas relações acadêmicas – a inadimplência pode levar a um afastamento entre escola e família, afetando o acompanhamento do desempenho acadêmico e disciplinar dos alunos e alunas.

A solução do Educbank, que garante 100% de adimplência dos pagamentos das mensalidades para a escola, retira da equação esses momentos, uma vez que o Educbank assume o problema da inadimplência escolar, integralmente. Com a solução do Educbank, a cobrança deixa de ser uma atribuição de gestores e a inadimplência deixa de ser um potencial desafio na relação entre escola e família. Dessa maneira, gestores escolares podem focar no contato direto com os alunos e suas famílias em ocasiões de cunho mais pedagógico, estreitando os laços da comunidade escolar.

Por falar em estreitamento de laços de uma comunidade, não é esta a direção que toda uma escola bem sucedida tem e também impacta no seu entorno imediato?

Essa solução dá a todas as partes a capacidade de, no ambiente escolar, se concentrarem no mérito acadêmico.Com a separação da questão financeira da questão pedagógica, gestores escolares ganham mais tempo para se dedicarem ao desenvolvimento acadêmico de alunos e alunas, e na percepção de qualidade de ensino das famílias. A maior dedicação nesse último quesito pode gerar ganhos evidentes para a escola: maiores taxas de rematrícula e menores taxas de evasão.

Em um mundo com ritmo acelerado, o Educbank acredita que suas soluções podem agregar valor, proporcionando o capital e as ferramentas necessárias para que escolas e seus gestores tomem as decisões de longo prazo que transformarão as suas realidades, sejam elas pedagógicas ou estratégicas. Com o atendimento focado em outros aspectos que não a cobranças, que, no nosso entender, é improdutiva por definição, é possível entender melhor quais são os pontos de demanda dos alunos, pais e responsáveis e que necessitam melhoria nas escolas, além de criar um ambiente mais colaborativo com as famílias.

Leia também

O Educbank na mídia:

img
img
img
img
img
img
img
img
img
img
img
img

Já imaginou ter mensalidades em dia?

Entre em contato e saiba mais sobre o Educbank.